Dividir e Multiplicar


Toda vez que escrevo no blog tenho que justificar a minha ausência…. Sei que vai parecer mais uma desculpa, mas dessa vez tenho muitos motivos para isso.

Além de ter casado no último dia 14, ter voltado de lua de mel apenas no dia 23, tenho ainda o agravante de estar sem carro… sem música….e com isso… sem inspiração.

 

Mas me lembro que antes de me casar, sempre que escutava essa música do Legião, pensava assim: “Quando eu casar, terá total coerência falar dela”.

 

E cá estou eu para dividir com vocês a minha percepção sobre ela, agora com ‘quase’ conhecimento de causa (afinal são apenas 17 dias!)

  

O Mundo Anda Tão Complicado

(Renato Russo)

 

Gosto de ver você dormir que nem criança com a boca aberta

O telefone chega sexta-feira, aperta o passo, por causa da garoa

 

Me empresta um par de meias. A gente chega na sessão das dez

Hoje eu acordo ao meio-dia. Amanhã é sua vez.

 

Vem cá meu bem, que é bom lhe ver.

O mundo anda tão complicado, que hoje eu quero fazer tudo por você

 

Temos que consertar o despertador e separar todas as ferramentas

A mudança grande chegou, com o fogão e a geladeira e a televisão

 

Não precisamos dormir no chão…Até que é bom,

mas a cama chegou na terça e na quinta chegou o som.

 

Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo e até que é fácil acostumar-se com meu jeito

Agora que temos nossa casa, é a chave o que sempre esqueço.

 

Vamos chamar nossos amigos, a gente faz uma feijoada

Esquece um pouco do trabalho e fica de bate-papo.

 

Temos a semana inteira pela frente. Você me conta como foi seu dia

E a gente diz um pro outro: “- Estou com sono, vamos dormir!”

 

Vem cá meu bem, que é bom lhe ver. O mundo anda tão complicado

Que hoje eu quero fazer tudo por você.

 

Quero ouvir uma canção de amor, que fale da minha situação

De quem deixou a segurança do seu mundo por amor… Por amor.

 

 

 

 

Quando leio logo na primeira frase “Gosto de ver você dormir, que nem criança coma boca aberta”, lembro imediatamente da situação mais engraçada que vivi nesses poucos dias de casada, que é muito parecido com isso….

Não vi se o Cris dormia de boca aberta…. Vi que ele estava jogado no sofá às 03h00 da madrugada com a TV ligada, como ele costumava fazer na casa da mãe dele. Aí, acordei com o volume da televisão, fui até a sala e chamei: “Cris…Cris… vem dormir!”… aí ele ‘meio que acorda’ todo atordoado e diz: “Quê? Ãn?? Quê Mãe???

Me segurei para não rir e ele acabar desencando de ir para a cama e cai na risada escondidinho depois de dizer: ‘Não tem mais mãe não rapaz!!” hahahaha

Dividir. Essa é a palavra chave no casamento. Vamos dividir tudo. A boca aberta ao dormir, os sonhos e pesadelos durante a noite, a comida, as contas, os espaços, o dinheiro, chateações, vitórias…. a vida!

 

Bom, existe uma teoria que diz que quando temos algo ruim acontecendo com a gente, que estamos sofrendo, dividir tudo isso com um amigo, nos faz bem. Diminui ao meio a nossa dor. E quando estamos felizes, ao partilhar como amigo, multiplicamos por dois a felicidade. Ou seja. Só temos a ganhar com isso, se estivermos dispostos a viver o SIM pronunciado lá no altar!

 

Parte legal mesmo é a “vamos chamar nossos amigos”. Poxa, quantas vezes, em apenas 17 dias, já me vi tentada a chamar todos os nossos amigos e dividir com eles mais essa alegria: a nossa casa pronta, bonita, com a nossa cara e o aconchego, o carinho e o afeto que queremos retribuir a todos os nossos amigos que nos ajudaram tanto e nos fizeram sentir coisas tão especiais durante tanto tempo e especialmente no tal 14 de março!

 

Amigos queridos, obrigada por tanto carinho, dedicação, pela presença em toda a nossa vida e por nos presentear com a presença de vocês em nosso casamento. Logo mais nos vemos aqui, em nossa casa, certo??

 

Mas de tudo o que a música fala, não tenho a menor dúvida que a última frase é a que eu mais me identifico.

 

QUERO OUVIR UMA CANÇÃO DE AMOR QUE FALE DA MINHA SITUAÇÃO. DE QUEM DEIXOU A SEGURANÇA DO SEU MUNDO POR AMOR!

 

Aquele mundo em que vivi por 31 anos era o meu porto mais seguro. Sei que ele sempre estará lá para me receber e também ao Cris. Mas optei por criar eu mesma um ambiente tão seguro e confortável como o que eu tinha. Para poder oferecer isso para alguém que virá.

 

Não vou dizer que deixei a segurança do meu mundo com tranqüilidade. Não, não deixei. O mundo anda tão complicado, como diz o próprio Renato Russo. Tenho medo, estranheza…. mas também estou aprendendo a dividir isso com o Cris. Assim o meu medo é menor, minha estranheza também. O mesmo, acho, está acontecendo com ele.

 

To com uma saudade LASCADA daquele mundo, que tem uma família espetacular, uma casa que sempre me acolheu e dois cachorros que fazem a maior festa quando eu vou lá no final de semana… o Farouk até chora!!

 

Má (meu primo que tem uma banda muito legal), você podia escrever sobre isso. QUERO OUVIR UMA CANÇÃO DE AMOR QUE FALE DA MINHA SITUAÇÃO. DE QUEM DEIXOU A SEGURANÇA DO SEU MUNDO POR AMOR!

 

Enfim… tá aqui a prova de que casamento é DIVIDIR…

Estava aqui escrevendo. Me emocionei e aí veio o Cris me chamar para assistir o BBB (ahhhh pessoal, uma besteira no meio de tanta coisa séria, é bom!) quando me viu chorando e dividiu comigo esse sentimento. Viu? Funciona. Diminuiu…

 

Bjo! Até a próxima!

Anúncios

7 Respostas

  1. Nossa, Crics!!!! Sensacional esse post…. Realmente vc traduziu o que a gente sente ao deixar a segurança do nosso mundo. Mas embora isso seja sofrido (e se é, é porque nosso mundo realmente era especial, um privilégio), mostra que estamos caminhando na direção certa. Agora vamos construir mundos seguros para nossos filhos e torcer para que eles troquem esses mundos, um dia, por amor. E o amor tudo justifica, até o sofrimento….
    bjs

  2. É mesmo… acho até que o meu post ficou capenga agora, sem a sua última frase!
    “O amor tudo justifica, até o sofrimento”…
    Obrigada nega!!!! (no sentido mais amplo da palavra!)

  3. Oi Cris, é incrível quando encontramos em uma música a expressão perfeita de nossos sentimentos ou de uma situação que estamos vivendo. Dá uma sensação de sintonia, de ser compreendida pelo mundo. Sou fã do Legião e confesso que nunca havia prestado atenção na letra desta música. Veja que engraçado. Não tive a identificação porque a minha história foi diferente. Mas realmente tem tudo a ver com este seu momento. Que bacana! bjs, wilma

  4. É com certeza uma história muuuiiiitttooooionspiradora para uma canção de Amor, pode deixar que a inspiração tá vindo…rs….assim como meu CD homonimo que tá começando a ser gravado……bom mas é isso mesmo, compartilhar tudo e amar incondicionalmente é nisso que se baseia o casamento. “Tudo muda o tempo todo no mundo” como diz Lulu, gosto muito dessa frase então aproveitem a mudança e curtam que a vida de casado é muuuuiiiiitttooooo boa…..com filhos então…..eita maraviiiilllllhhhhaaaa…….bjs e tudo de bom p vcs e precisando é só chamar.

  5. Paulinha…..
    Saiba que seus sentimentos foram e são meus sentimentos também!!!
    Essa fase de transição nos traz uma mescla imensa de sentimentos…saudades, alegria, medo, ansiedade…enfim…Como vc mesma disse, saímos do nosso território seguro, para nos enveredar num mundo totalmente desconhecido…mas tremendamente excitante, pois estamos entrando num mundinho que nós mesmas estamos trilhando, do nosso jeitinho e do lado de quem amamos!!! E venhamos e convenhamos…Tudo que é regado a amor é mais gostoso!!!
    Vou colocar aqui embaixo um texto bíblico…o mais bonito em minha opinião, acerca do amor, que traduz o seu verdadeiro significado e nos deixa mais tranquilos, pq nos faz ver, que estamos trilhando o caminho mais bonito e mais correto …
    Coríntios 13:1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.
    I Coríntios 13:2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
    I Coríntios 13:3 …
    I Coríntios 13:4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
    I Coríntios 13:5 não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
    I Coríntios 13:6 não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
    I Coríntios 13:7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    I Coríntios 13:8 O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
    I Coríntios 13:9 porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
    I Coríntios 13:10 …
    I Coríntios 13:11 …
    I Coríntios 13:12 Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido.
    I Coríntios 13:13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.
    POR ISSO AMIGA…DECIDA AMAR, JÁ QUE O AMOR VEDADEIRO É UMA DECISÃO, UMA AÇÃO E NÃO NECESSARIAMENTE UM SENTIMENTO…AME MUITOOOOOOOOO!!! EM TODOS OS SENTIDOS, POIS O AMOR VERDADEIRO, NOS FAZ VIVER VERDADEIRAMENTE E PLENAMENTE!!!!
    ALIÁS, PRECISO DIZER: AMO MUITO VC VIU? HEHEHE

  6. É engraçado… eu acho que esta música cai sempre no colo de quem está começando este momento. Lendo aqui me lembrei como se fosse hoje o momento em que esta música me tocou.

    Embora a minha história também tenha acontecido diferente, os sentimentos foram os mesmos, especialmente porque eu já tinha saído da segurança do meu mundo uma vez para já ir desenhando a minha liberdade e independência… e já estava rolando como nunca.

    Depois, por amor, decidi criar tudo de novo, a dois.

    Este momento da decisão, a vontade de dividir as coisas é a coisa mais linda que o ser humano pode sentir e viver.

    Aproveite cada instante. Ainda mais porque hoje… esta situação, esta entrega, esta coragem… é para raros.

    Bjus!!!

  7. To eu aqui chorando depois que li. Legião me acompanhou na adolescência e ainda me emociono quando alguém traduz tão bem uma música deles.
    Estou indo morar sozinha em breve, deixando a segurança da casa da minha mãe. Como meu pai se foi há dois anos, já faz um tempo que comecei a me preparar para esse momento… as pessoas não são eternas, nem mesmo aquelas que são o nosso porto seguro. E eu não terei uma pessoa especial para dividir tudo isso comigo, mas vou contar com a ajuda dos amigos. O que somos sem eles né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: