PSC


Hoje recebi de uma amiga uma frase bem legal, de um colega jornalista:

 

Nada sei. Apenas reproduzo com a ingenuidade de um operário da informação. No fundo, no fundo, fica a pergunta: quem se importa?”

 

Aí pensei sobre o que faz as pessoas se sentirem tão importantes e superiores. A verdade é que quem acha que tem qualquer argumento para se ver dessa maneira, comparando-se a outros, nada mais é do que alguém que, por uma imensa infelicidade (pra eles, claro), são desprovidos de discernimento, clareza…

 

Sem revolta ou menção a alguém em especial (até porque há zilhões dessas pessoas espalhadas por aí), penso que devemos cada vez mais olhar pra dentro, entender a nossa ‘pequenez’ e o papel fundamental dela no mundo e aos que nos rodeiam.

 

Ok, ok… viagem! Sou super viagem… mas alguém aí há de concordar com isso tudo! rs

 

Bom… para dividir um pouco dessa louca reflexão, dêem uma lida na letra dessa música do Arnaldo Antunes!!

 

Saiba

Arnaldo Antunes

 

Saiba: todo mundo foi neném
Einstein, Freud e Platão também
Hitler, Bush e Sadam Hussein
Quem tem grana e quem não tem

Saiba: todo mundo teve infância
Maomé já foi criança
Arquimedes, Buda, Galileu
e também você e eu

Saiba: todo mundo teve medo
Mesmo que seja segredo
Nietzsche e Simone de Beauvoir
Fernandinho Beira-Mar

Saiba: todo mundo vai morrer
Presidente, general ou rei
Anglo-saxão ou muçulmano
Todo e qualquer ser humano

Saiba: todo mundo teve pai
Quem já foi e quem ainda vai
Lao Tsé Moisés Ramsés Pelé
Ghandi, Mike Tyson, Salomé

Saiba: todo mundo teve mãe
Índios, africanos e alemães
Nero, Che Guevara, Pinochet
e também eu e você

 

Pois é… no fundo, no fundo… todo mundo é igual!

 

Até mais!

Anúncios

3 Respostas

  1. Rs…. certamente alguém aí há de concordar com tudo isso…

    Esta letra é sensacional e deveríamos fazer santinhos com ela para espalharmos por aí, que tal?

    Eu tenho plena consciência da minha pequenez. Até porque o espelho não me deixa mentir, hahahaha. Ok, não foi engraçado, hahahahahaha. É só pra abstrair mesmo!

    Post providencial!!!! Bjão

  2. Muito bom mesmo! E boa música, hein? Na verdade, o que é importante para uns pode não ser para outros e é aí que fica o nó. Dependendo da nossa vivência, do nosso momento, do nosso estado de espírito e do que a vida nos proporcionou (e proporciona) as coisas mudam e pronto. O que não dá pra suportar é gente que considera o que é importante pra ela, importante para o mundo! Isso irrita de verdade, mas no fundo é inveja de quem não dá bola pra coisinhas pequenas e vive bem assim. Vc sabe que temos pessoas em comum – e beeeem próximas – exatamente desse jeito, né? ai, ai…..O lado bom é dar risada da “importância” alheia, que não tem importância nenhuma…hehehe….

  3. Paulinha: voce é uma poeta, quase uma psicologa,,,, Ou simplesmente muito sensivel e atenta a todos os acontecimentos. Vc deve trabalhar só em 220 ou 380 volts. Lindo! muito Lindo! Voce consegue dar uma dimensão às letras das musicas que nos faz refletir muito e passamos a entender um pouco mais do que quer dizer a poesia existente na musica. Voce é genial…. parece nossa filha…… O recheio do sanduiche (vai em portugues o sanduba) Beijos, te amamos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: